27 de ago de 2010

GARÇOM, SEM GELO POR FAVOR!

Mais um dia de bar em bar,
Mais um dia eu explodo
Já cansei de tentar achar resposta para tudo em mim!

Engraçado me perguntar,
Se eu ainda estou vivo
Mais um ano se foi e eu não perdi nenhum dia

Sabe, se eu pudesse te mostrar o meu mundo
Talvez nossas vidas fizessem sentido lado a lado
Sabe, se eu pudesse explicar, o que eu sinto
Talvez os meus versos fossem menos confusos para você
Pra você

Hoje eu acho melhor parar aqui,
Feche a conta eu preciso ir,
Não faz parte de mim agir assim, como você quer
Se eu pudesse não voltar aqui,
Não foi assim que eu imaginei

Sabe, se eu pudesse te mostrar, o meu mundo
Talvez nossas vidas fizessem sentido lado a lado
Sabe, se eu pudesse explicar, o que eu sinto
Talvez os meus versos fossem menos confusos para você
Pra você

Mais um ano, eu ainda aqui
Mais um beijo, eu te deixo ir,
Não foi assim que eu imaginei




Quer ouvir? Garçom, sem gelo por favor! [Noção de Nada]