15 de jun de 2008

Adoro ouvir o assovio do vento ao passar pela minha janela e imaginar o que ele está carregando. Quando era criança e ventava a noite, eu levantava e ficava espreitando na janela as peripécias que o vento faz. Cada galho de árvore arrancado. Cada plástico voando em círculos pelas rua de chão que ía espalhando pó por todas as direções.
Essa noite o vento cantou na minha janela. Só ouvi, não fui olhar. E se eu virasse sal?

Um comentário:

t_colle disse...

nesse exato o vento esta cantando em minha janela, acho lindo, me tras tranquilidade, ainda mais quando estou sozinho em casa e ele me privilegia com sua sinfonia.

nao sabia que tu tinha um blog... nunca me disse...
AMEI, adoro ler oq os outros escrevem, ate pq esse nao eh um dom meu neh, escrever nunca foi meu forte.
manda news!
=*