15 de ago de 2008

ACONTECEU

Parada.
Quarto escuro.
Chuva forte.
E um pensamento: "Para onde foram as borboletas?"

Nenhum comentário: