4 de jun de 2011

Antes da Enchente


Não foi por mal nem sei porque
Voltar atrás, não sou capaz
Pra onde ir?
Pra quem sorrir?
O que me diz de ser feliz?
Então não vai, não me destrói,
Não vai mais ter uma outra vez,
Não vou chorar,
Então vem dançar,
me leve pra qualquer lugar
"Apague a luz, vamos dançar
E esquecer enquanto for durar"
Será tão triste quanto seu olhar?
Será tão forte quanto o seu olhar?
Não há ninguém como você
E só você me faz sorrir
Já não consigo nem lembrar do mundo antes de você
Antes do sol, da chuva, antes de você.

Nenhum comentário: